.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







sexta-feira, julho 11, 2003

Momentos «ò foda-se»

Eram seis da manhã e eu, lubrificado pelo álcool, andava perdido nos becos do Bairro Alto, à procura de um último tasco que ainda estivesse aberto. Ao virar da esquina deparo-me com um tipo de visual alternativo, com estilo de frequentador habitual do bairro, provavelmente homossexual. Acabava de pintar a seguinte inscrição na parede:

«Não precisas
de toda aquela
merda que compras
eles precisam do
nosso dinheiro
para matar-nos»

às vezes tenho reacções impulsivas e surpreendo-me a mim próprio, principalmente quando estou bêbado. Paro, fico a apreciar a obra de arte e quase me deu vontade de chorar. É que eu era capaz de ter escrito exactamente a mesma coisa há muitos anos atrás, quando era jovem e não um putanheiro decadente. Mas agora aquelas puerilidades metem-me impressão e até as considero perigosas. Decido pregar um susto ao gajo, estou até disposto a dar-lhe uma sova e abordo-o com aquela ênfase que um tipo só tem quando já enfiou mais de meia garrafa de uísquie pela goela abaixo.

- Ouve lá, mas tu fazes alguma ideia daquilo que acabaste de escrever. Mas tu és tonto, ou quê? Quem é que eles estão a matar, caralho? Não é a ti de certeza.
- É a mim, é a ti, é a todos – diz-me o roto armado ao freak.
- O quê?! Quem é que achas que fez essas sapatilhas Nike da moda que tu calças, pá? Foi um puto filipino de 13 anos que nunca foi à escola, dorme numa camarata com mais 200 pessoas e nunca há-de ter umas sapatilhas dessas! O mundo é fundado na exploração e tu estás do lado dos exploradores, porra!

Ele, já meio acagaçado perante a minha proximidade (confesso que estava prestes a espetar-lhe uma cabeçada, mas faltava-me um uísquie), ainda argumenta:

- Ah, isso não é verdade, eu sou explorado e sujeito a alienção todos os dias.
- Ai sim, então diz lá o que é que tu fazes na vida, para além de fumares charros no Bairro Alto?
- Não me fales assim, que não me conheces de lado nenhum...dei aulas e estou a tirar uma pós-graduação em psicologia...
-Ò foda-se, que eu sempre que ouço falar de psicologia saco logo da pixota!!!

E mijei-lhe a inscrição toda, a tinta preta a escorrer pela parede abaixo, o roto a pirar-se de mansinho e a chamar-me nazi de fugida, eu de pila na mão atrás dele

- Vai lá arranjar quem te sustente a paneleiragem!

(A noite não terminou com aquele episódio, como é lógico. Sucederam-se outras peripécias edificantes e exemplares para a juventude, que terei oportunidade de contar ao paciente leitor.)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM