.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







segunda-feira, setembro 22, 2003

O poeta urbano, a vê-las passar

Há muito que não implicava com o Mexia. E a verdade é que o pretexto serve também para outros cronistas da vida. Escreve o nosso pseudo-pós-moderno preferido:

"Num café, uma rapariga com uns olhos escuros lindíssimos. Fico debiloidemente atento, por detrás dos jornais"

Não há paciência! "Num café, uma rapariga com uns olhos escuros lindíssimos..." é provavelmente a segunda frase mais batida de toda a pequena literatura mundial (logo a seguir, claro, a "No metro, uma jovem suburbana de olhos rasgados e tímidos..."). E o pior é que, no outro dia, era "No restaurante, enquanto discutia política com a mais fina intelectualidade lisboeta, passou uma beldade de top Mango", ou uma merda do género. E há um mês era "na conferência da faculdade, vi-a na assistência, a perna cruzada, os lábios carnudos e vermelhos".

Foda-se Mexia, quando é que passas para o quarto? Quando é que ficas "debiloidemente" arranhado com a porcaria das unhas rosa choque?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM