quarta-feira, outubro 15, 2003

O que fazer com Koumba Yalá?, perguntava-se ontem no Público. Nada, responde o Núcleo Duro. Deixem-no apenas escrever mais volumes dos seus "Pensamentos políticos e filosóficos".

"Devemos pôr a ambição de parte a fim de concentrarmo-nos para desenvolvermos o nosso país."
Volume I, pág 10

"Há pessoas que cresceram com um complexo de superioridade colonial, cujo único objectivo é a conquista do poder através de falsas declarações aos órgãos de comunicação social."
Volume I, pág 15

"A liberdade de pensamento é um exercício livre fisiológico do ser humano."
Volume I, pág. 16

Sem comentários: