terça-feira, fevereiro 17, 2004

Agustina Bessa Luís

A literatura é um domínio predominantemente masculino e isso é incontestável. Há menos escritoras do que escritores e os livros escritos por homens são frequentemente melhores. Não vou aqui avançar hipóteses explicativas desse facto, até porque não as tenho. Mas quando apararece uma mulher a escrever bem é um caso sério. As mulheres que escrevem bem fazem-no como nenhum homem poderia alguma vez fazer. Acabei agora de ler a famosa "Sibila", da Agustina, e estou fascinado. Trata-se de um livro sobre um mundo rural muito português, que quase já não existe. E escrito com fineza e intuição feminina notáveis.

Sem comentários: