.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







sexta-feira, fevereiro 20, 2004

Pão & Circo

Veio ontem o Pacheco Pereira escrever na sua crónica semanal do Público o seguinte:

"O país quer circo e hoje dois espectáculos estão garantidos: o da política com Santana Lopes e o do futebol com o Euro. Dias grandes para a televisão. Muito circo, pouco pão."

Ora, o Núcleo considera estas declarações inadmissíveis. Pacheco quis-nos atingir de forma gratuita, procurando gerar divisões no seio dos Pão & Circo. É sabido já desde o tempo dos romanos que não há circo sem pão nem vice-versa. Insinuar que há muito circo e pouco pão é pôr em causa os estatutos do núcleo, nomeadamente a cláusula da indivisibilidade entre circo e pão.

Como se não bastasse esta ignomínia, o crítico de artes plásticas António Melo disse hoje na Antena 2 que "núcleo duro é uma expressão particularmente desagradável em português, porque é um francesismo ou um galicismo".
Ora, isto era escusado. Ninguém aqui se meteu com o Alexandre Melo para suscitar tais dislates. Parece-me que estamos a começar a incomodar os poderes instituídos. Uma vaga de fundo na comunicação social se ergue contra nós. Eles que venham!
Sempre erectos
Sempre duros
Sempre núcleo
(assinatura ilegível)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM