sexta-feira, junho 17, 2005

Ó, claro, pá

Ora parece que, afinal, a chafarica está viva. Bem hajam Cablongue e DJ. Dois comentários.

1- Percebo-te Cablongue. Emocionante, muito bonito. Faz-nos falta a tua sensibilidade oscilante entre o camião e a flor do campo. Quando voltas de vez ao nosso leito

2- DJ. Dúvida interessante. Mas que nunca me ocorreu. Se mal me lembro, nessas tertúlias raras de uísque marado cantávamos Ó. Aliás, só o Ó tem sentido, pá. Eu aposto no Ó. De resto, a prosa é boa, qual é a tua...

Sem comentários: