.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







sexta-feira, setembro 30, 2005

Secção Este Rio é um Esgoto

E digo-vos eu: dos poucos sítios onde ainda se encontram tripeiros como deve ser é no bairro de Aldoar. (Os dois primeiros minutos do vídeo não têm interesse nenhum, são o energúmeno a falar; é a partir do minuto quatro que a coisa tem mais piada)

PS: Oh Vostra, de todas as tuas invenções no blog esta de todos os posts menos os mais recentes ficarem numa letrinha minúscula e alinhados à direita é a pior de todas. Põe lá essa merda normal se fazes favor.


terça-feira, setembro 27, 2005

Secção Investigação Pura e Dura
O irmãzão vem aí



Assumindo uma postura rotulada de "lamentável" e "paranoicamente apocalíptica", o Núcleo Duro despiu-se de cuecas e vergonha na cara e vasculhou os ficheiros secretos do FBI. O resultado deste notável trabalho de investigação revela o que está a ser preparado nos bastidores dos bastidores para os media mundiais até 2014. Quem não acreditava no 'big brother' pode começar a mudar de ideias. Preparem-se para ter a vossa vida pessoal vasculhada e controlada pelas multinacionais. Respirem fundo e dêem uma olhada no que vai acontecer à informação.

(Para conseguir ver, é preciso ter instalado um Flash Player)


segunda-feira, setembro 26, 2005

Frases usadas: Escutas do Núcleo

[Vários indícios levam-me a entender que eu, Tiberius, estou senil. A idade não perdoa. Uma prova de senilidade é um gajo começar a ouvir mal. Ouve-se uma conversa e só se apanha pedaços fora do contexto. Eu, escutando o Núcleo, apanhei uma série dessas frases cujo contexto tenho esperanças de que alguém me possa informar.]



Zizou
Zizou encarrega-se de se castigar a si próprio, com sessões de vergastadas de cinco em cinco horas

ErnestoErnesto dá o corpo

Vostra
uma grande urbe dominada pela violência e todo o tipo de vícios

Zizou
Zizou reconhece que tem colaborado pouco

CarcaçaPROBLEMAS DE AMORES NÃO CORRESPONDIDOS

Vostra
Exportan semen de una vaca

Carcaçacaciques e cacetetes
os que montavam cavalos
para caçarem veados

Cablogue_
Não te armes em chico-esperto

Ernesto
A parvoíce tem limites

VostraGosta de pão com chouriço
E de ter o cão na cama

Zizou
Zizou é independente e insubmisso

Ernesto
Fico debiloidemente atento, por detrás dos jornais

Vostra
AS RELEGIOES SAO UMA DATA DE SAMESUGAS

Carcaça
Muchachos, todos a masturbarse!

Cablogue
e eu a querer silêncio

Carcaça
Coimbra fede a mofo e a batina
Coimbra metes nojo estudantina

Zizou
Zizou lembra que a paternidade não serve de justificação

Ernesto
o vento assobiando o amor terno de sofá... o calor reconfortante da camisola esquecida... a lareira...

Vostra
"Literatura para Analfabetos" e "Artes e Espectáculos para Cangurus Pedófilos".

Carcaça
claro que há outros pratos para onde seria muito mal educado e injusto cuspir

Zizou
Zizou tem a sua própria agenda e calendário

Ernesto
Oh Tiberius, oh Zizou, que foi que vos frustrou assim tanto?

Cablogue
Foda-se, tou a ficar velho!

Zizou
Zizou é preguiçoso e comodista

Cablogue
Bem, estás a ver, Deus fala pessoalmente com George W. Bush

Ernesto
os Lusíadas da pimbalhice

Zizou
Zizou tinha mais coisas para dizer

Utilidades Núcleo Duro
Limpeza de monitor



O ND acaba de lançar um novo produto para ajudar todos quantos nos visitam regularmente a manter umas condições óptimas de utilização deste site. Para melhor desfrutar de toda a riqueza estética deste blog, recomendamos que mantenham os vossos ecrãs sempre limpos por dentro. Experimente já o novíssimo Limpador-de-Ecrã-Por-Dentro Núcleo Duro.


sábado, setembro 24, 2005

Alta Arte
Cidades coincidentes

Dois filmes excelentes. Duas cidades diametralmente opostas retratadas em dois filmes igualmente bem conseguidos em termos gráficos. Curiosamente, dois filmes que surgem de livros também diferentes entre si, mas igualmente bons. O primeiro é Obaba, de Montxo Armendáriz.



Seria inútil e recorrente comparar o filme com o livro em que é baseado. Tive a sorte de ter uma amiga basca que me presenteou um dia com uma edição em castelhano de "Obabakoak", de Bernardo Atxaga. Pequenas estórias pessoais entrecruzam-se de forma brilhante compondo o 'puzzle' que retrata uma pequena povoação esquecida do País Basco. O filme não é uma transposição fiel do livro, mas uma adaptação, em que Armendáriz cria outras personagens, como a protagonista. O melhor do filme é, no entanto, retirado do livro - o miúdo que introduz um lagarto no ouvido de um colega, provocando assim a sua progressiva loucura; a professora que espera uma carta que nunca chega; o filho do alemão, etc... A originalidade da filmagem, com planos belíssimos enriquecidos graficamente, é uma mais-valia.



Contraposta à pacatez de Obaba, Sin City é uma grande urbe dominada pela violência e todo o tipo de vícios. O filme de Robert Rodriguez e Frank Miller, o génio da banda desenhada celebrizado pela graphic novel "Batman, o Cavaleiro das Trevas", é também de um grafismo riquíssimo. Na verdade, acaba por viver disso. Isto porque a sua grande nota distintiva é o facto de recriar no ecrã histórias da série "Sin City" (retiradas de três livros) de uma forma o mais fiel possível ao traço de Miller. O resultado faz com que o espectador se sinta exactamente como o leitor. O filme é como uma projecção de um livro de banda desenhada. A caracterização das personagens - especialmente de Marv (Mickey Rourke) - é fabulosa. A violência é atroz mas capaz de arrancar risos dado o descomplexo com que se assume um (ir)realismo só possível no mundo dos quadradinhos.


sexta-feira, setembro 23, 2005

Ernesto dá o corpo ao manifesto

Conferência de imprensa

Muito boa tarde srs. jornalistas, obrigado por terem vindo.

É público e notório que o meu adversário nesta segunda volta tem usado os instrumentos mais sórdidos para conseguir resultados eleitorais. Mas isso é passado. O que interessa agora é denunciar os erros da sua governação do Núcleo Duro, e são muitos, e apresentar propostas concretas para o futuro. Assim, como primeira medida, se for eleito, prometo:

- Mudar a Virtual Girl aqui ao lado. Como se explica que o dr. Vostra tenha colocado aí uma mulher... de lado... a esfregar as pernas. Se eu for eleito, caros concidadão, prometo que a próxima Virtual Girl estará de costas, com fio dental amarelo torrado... e não esfregará as pernas.

Aplausos
Gritos: Ernesto dá o corpo ao manifesto, Ernesto dá o corpo ao manifesto, Ernesto dá o corpo ao manifesto!

Muito obrigado

Escutas do Núcleo

[No mesmo café da Foz, o empregado]

- Tudo o que seja diferente e sair do habitat, para mim, é logo bom. Portanto, acaba logo aí a questão.

Etiquetas:

Esclarecimento

O Doutor Cangaço não era eu.


quinta-feira, setembro 22, 2005

Secção grandes ordinários

Nucleares 2005: Debate da Finalíssima

As primárias do Núcleo terminaram sem que houvesse uma maioria absoluta na primeira volta. Graças a uma maciça fraude eleitoral, Vostra e Ernesto passam à segunda volta para uma finalíssima.

Vostra prepara-se para o debate, transmitido em directo pela Sic Notícias e pela TVE Baleares, com uma equipa de peritos constituída pelos seus conselheiros Prof. Alcides Graça, Professor Kalango , Doutor Cangaço e Zé Pedro, que depois de um período de grande protagonismo na sociedade portuguesa, estavam agora no limbo e regressam como equipa governativa de Vostra.

Mas Ernesto também leva o grande debate a sério, e como comprovam as nossas câmaras ocultas o seu estado de preparação já vai bem adiantado.


quarta-feira, setembro 21, 2005

Escutas do Núcleo

[Registo captado num café da Foz, Porto. Participam dois homens com cerca de 25 anos, assiste uma jovem. Suponho que estivessem a falar do Vostradeis.]

- É daqueles gajos que passa o dia a jogar futebol nas horas vagas, tás a ver? E as horas vagas do gajo é o dia todo.
- Boa, vamos trazer esse brasuca para cá e ainda ganhamos dinheiro à custa do gajo.
- Bolas, o gajo joga de caralho. Troca e destroca, uma máquina.
- Onde é que conheceste o gajo?
- Então, ele é amigo daquele gajo do Pachá.
- O Freddy? Mas o que é que ele faz lá? O gajo arranja convites para as festas todas.
- Um gajo desses pode ser assessor, DJ... Meu, não sei bem. O que eu sei é que o brasuca é um craque do carago!
- Vamos trazer o gajo!
- Arranja um clube e eu trago o gajo. Pomos aí o gajo a render!

Etiquetas:

Recortes da Imprensa Espanhola
Vacas, tangas y pernetas

Os títulos que vão animando os periódicos em castelhano, traduzidos livremente por um especialista na língua de ser vantes.

Exportan semen de una vaca de la comarca del Ripollés
- El Ripollés
(Em português: O touro tinha passado por lá antes dos veterinários)

Detenidos dos jóvenes por robar 27 películas porno de una gasolinera
- La Nueva España, de Oviedo
(Presos por terem bom gosto)

Se la llevó puesta
Escapa sin pagar una pierna ortopédica de 15.000 euros
- La Voz de Galicia
(Ladrão perneta volta a atacar)

Los tangas con imágenes de santos ofenden a los católicos
La colección incluye modelos con Santa Catarina, la protectora de las vírgenes, y San Judas Tadeo, el patrón de las causas imposibles
- Ideal, de Granada
(Cuequinhas de agradecer aos céus/ Santa Catarina é capaz de não ter gostado, mas o Judas nunca teve um altar tão digno)

Cameron Diaz dice que hace el amor vestida
- Diario Vasco
(Deve usar o fio-dental com a imagem da Santa Catarina)


domingo, setembro 18, 2005

Madrid qui lu parió
A minha nova casa



Antonio Arias. Não sei quem foi, mas mereceu dar o nome à rua onde agora moro. Quando saio do meu prédio, tenho à direita a calle del Alcalde Sáinz de Baranda, uma rua cortada a meio por um passeio com jardim e esplanadas. Seguindo por ela, são apenas quatro quarteirões até ao gigantesco Parque del Buen Retiro, coração verde da capital espanhola.

Domingo. Saio de manhã com a minha mulher. A caminho do parque do Retiro, há um quiosque, onde compro o "El País". Recebo um brinde inesperado, um grande volume de uma enciclopédia que começa agora a acompanhar o jornal aos domingos. O primeiro livro foi de graça.

Chegando ao parque, o contacto com uma atmosfera impressionante: gente de todas as idades, em fatos de treino, a correr para cá e para lá, a andar de patins em linha, ou a passear com carrinhos de bebé ou com terriers na ponta da trela. Crianças jogam à bola e a sua algazarra mistura-se com a dos pássaros. Atravessamos o parque em busca de um banco para ler o jornal. Passamos por vários sem que a curiosidade nos deixasse de empurrar em frente. Chegamos a um enorme lago artificial onde dezenas de barcos a remo, azuis e numerados, vagueiam por trajectos caóticos, sem destino. Depois do lago, ouvimos notas que nos chamam até um coreto onde vários instrumentos performam novo caos, este sónico. Sussurro à minha mulher uma parvoíce pseudo-entendida qualquer sobre free jazz, para logo a seguir perceber que os músicos estavam apenas a afinar os instrumentos. E eu que podia jurar já ter ouvido algo parecido na Gulbenkian.

Sentamo-nos numa das centenas de cadeiras dispostas ao sol em redor do coreto, em meio a uma multidão de pessoas de idade. A Orquestra Sinfónica Municipal de Madrid começa a tocar temas de filmes conhecidos. Reconheço "Os Sete Magníficos". Minha mulher apropria-se do jornal. Sobra para mim a revista. Não me queixo. Começo a ler uma crónica de um tal Juan Cueto, qualquer coisa engraçada sobre esta tendência tão humana para fazer coisas parvas. Mais à frente, um grande artigo sobre Einstein. Naquele momento, o conteúdo dos textos fascina, mas nem é o mais importante. Sinto o nascer de um hábito.


sábado, setembro 17, 2005

Já ganhou!!!

Que Vostradeis é o candidato favorito à vitória nas preliminares do Núcleo não é novidade - apontado pela imprensa como a única figura pública capaz de bater Cavaco Silva na segunda volta, o futuro candidato pelo Partido do Núcleo Duro (PND) às Presidenciais 2006 estava apenas dependente de reunir mais apoio interno do que Ernesto, candidato que se mexe bem nos bastidores. Numa altura em que o "Estaline das Caldas" se aproximava perigosamente do líder das sondagens, Vostra, o Magnífico, vem agora jogar uma cartada decisiva, que deverá chegar e bastar para vencer de forma contundente as Nucleares 2005.

A plataforma eleitoral vostradeica, assenta em dois pilares fundamentais:

1. - A adesão de Manuel João Vieira ao PND, pelo qual deverá ser candidato a deputado nas próximas Legislativas. O líder ideológico dos Ena Pá 2000 já se mostrou disponível para abdicar nestas Presidenciais e oferecer o seu apoio ao partido, caso Vostradeis seja o candidato.



2. - O envio de grandes prosas lusófonas a partir de Espanha e a serem publicadas em breve neste blog. A próxima já recebeu grandes elogios da crítica literária madrilena, que vê com bons olhos a nomeação de Vostradeis para o Prémio Planeta.


sexta-feira, setembro 16, 2005

Fraude eleitoral no Núcleo!

A campanha presidencial de Tiberius acusa: chapelada! Entre terça e quarta-feira, a votação do candidato Ernesto disparou misteriosamente de ZERO para onze votos! Ernesto está a despachar os seus rufias para intimidar eleitores e encher urnas de voto!

Forças obscuras procuram perturbar a santidade do processo eleitoral. A fraude de Ernesto coloca o Núcleo em estado de sítio. Todos os outros candidatos já anunciaram a sua reacção à crise.

Vostradeis, que continua à frente na contagem dos votos, declarou-se chefe de Estado no exílio, e assim que aprender basco vai promover acções de kale borroka em Lisboa por controlo remoto.

DJ Carcaça preferiu a secessão e autoproclamou a República Trotskista de Santa Clara, onde instalou um governo fantoche com Rosa Suzuki a Presidente e Madame Filipa como ministra da Educação, e promete "construir o socialismo entre a Quinta das Lágrimas e a calçada de Sta. Isabel".

Tiberius recorre à luta armada e prepara atentados contra alvos estratégicos em Alvalade: "Haverá execuções sumárias", confirmou.

El Cablogue, que recebeu o apoio de Manuel Alegre através de um poema publicado na Cais, garante permanecer tranquilo e confiante numa vaga de fundo que o levará à vitória.

Zizou decidiu prolongar a sua sesta das quartas-feiras até domingo.


quinta-feira, setembro 15, 2005

Campanha eleitoral

A minha proposta é Rosa Susuki. Eu prescindo altruisticamente da candidatura a PR (com pena minha, pois o Palácio de Belém tem óptimas condições para sessões de djaying) em nome dela, pois acho que Susuki é a melhor para elevar o espiritual de Portugal.

"Rosa Susuki

Reconhecida por ter participado em polémicos debates de temas do oculto nos programas de televisão tais como:
- Noites Marcianas (Gregos e Troianos)
- Praça da Alegria
- Hora Extra

PREVÊ E ORIENTA CORRECTAMENTE O SEU FUTURO.
PROBLEMAS DE AMORES NÃO CORRESPONDIDOS?
QUER APROXIMAR OU AFASTAR QUEM A FAZ SOFRER?
ISOLO OU FECCHO ? COFRE IMPEDINDO QUE LHE FAÇAM QUALAUER TRABALHO DE MAGIA OU FEITIÇO, PROTEGENDO-A NO FUTURO DA MALDADE DO MUNDO.

Marque já a sua consulta"


terça-feira, setembro 13, 2005

Ernesto: nem para síndico!

Chamado a pronunciar-se, o povo já está a votar nas primárias Núcleo.

E os resultados preliminares não enganam: Vostra com 47 por cento, muito perto da maioria absoluta à primeira volta, o que quer dizer que o magano anda a saltar de um cibercafé para outro em Madrid a votar nele próprio.

Tiberius (24%) e Carcaça (18%) a seguir; Cablogue e Zizou fecham o pelotão, com 1 (um) voto cada.

E Ernesto: zero votos. Zero.

Ernesto é tão mau que nem consegue convencer a família a votar nele. Cablogue e Zizou ao menos ainda votaram neles próprios; Ernesto é o marasmo. Não tem apoio popular. Está ali só para encher espaço no boletim. É a Carmelinda do Núcleo. Muito fraco!

Tempo de antena

Com o Núcleo em plena campanha eleitoral, este espaço abre-se ao debate político. Até domingo ainda se aceitam votos para as grandes primárias do Núcleo .

Podem ir votar aqui. O vencedor, a menos que seja preciso segunda volta, será anunciado na segunda-feira, dia em que Candidato Duro iniciará a sua tournée pelas feiras, mercados e casas de alterne do país.

Cidadãos, votai aqui.

Em espírito democrático, está aberta a campanha eleitoral. Cada candidato é convidado a usar este espaço para um tempo de antena, no formato "redacções da Guidinha", com uma composição subordinada ao tema porque é que eu devo ser Presidente.

Em prol da nação, apela-se aos candidatos que respeitem as regras da sã convivência democrática, apresentando o seu projecto para o país e evitando o ataque pessoal, o insulto soez, a insinuação torpe, a intriga malsã.

Com estes princípios em mente, eis o tempo de antena de Tiberius:

Eu devo ser Presidente porque...

O Carcaça é comuna!
O Ernesto não lava os pés!
O Cablogue é pederasta!
O Vostra é um espião espanhol!
O Zizou só tem cinco anos de idade!

Tenho dito.

Ou nós ou o Jerónimo

O Xuxas e a Cavacal Figura não convencem. E os políticos sérios, respeitados e dignos não parecem querer avançar.

A comissão política do núcleo, como sempre atenta, propõe a terceira via: a candidatura do Núcleo.

Com excepção do octagenário Vostradeis, nenhum membro do Núcleo cumpre os requisitos para ser eleito Presidente - mais de 35 anos, ter votado em todas as eleições, possuir um fato escuro com gravata vermelha a condizer, etc.

Certos da vitória, resta apenas saber qual dos durões deve assumir a responsabilidade. Para fazer a coisa democrática, podem votar aqui:

Qual deve ser o candidato do Núcleo à presidência?

Como serviço de utilidade pública, as qualificações de cada pré-candidato:

DJ Carcaça: é o voto na esquerda lunática. O seu manifesto inclui o sexo livre, as drogas livres e a rima livre. Tem um programa económico do século XXI inspirada nas ideias de Enver Hoxha. Promete a deportação para Guantanamo da Helena Matos e do João César das Neves.

Ernesto: será o Presidente Caviar, já encomendou fatos de gala ao Augustus. Com vocação atlântica, irá reanexar todas as ex-colónias africanas, incluindo a Damaia e Massamá. Promete a deportação do Mourinho para o Partizan de Tirana.

El Cablogue: o candidato socrático, um filósofo-rei, a resposta do Núcleo ao alegrismo. Trata por tu vários chefes de Estado mundiais. Promete a deportação dos Silence 4 para New Orleans.

Tiberius: é o número dez, finta com os dois pés, é melhor que o Pelé, é o Tiberius allez allez. Que mais dizer? Promete a deportação de 99 por cento da população para as ilhas Selvagens.

Vostradeis: com um inovador progama iberista, irá dirigir os destinos da nação a partir de Madrid. O seu primeiro projecto é a substituição do português pelo castelhano e pelo russo como línguas oficiais. Num sinal de seriedade, já cumpriu a promessa de deportar-se a si próprio para Espanha.

Zizou: mudará a capital da nação para Esgueira. Promoverá várias presidências abertas junto da indústria de ovos moles. Manterá um rigoroso horário de trabalho de cinco minutos por dia às quintas-feiras se não chover. Considerando suficiente castigo ter de viver neste balde de lixo à beira mar plantado, promete não deportar ninguém.


segunda-feira, setembro 12, 2005

Neste momento em que dou os primeiros passos numa nova viragem (mais uma) da minha vida, gostaria de me despedir do meu país falando daquilo que ele tem de melhor: a comida. Para tal, recupero uma rubrica meio esquecida aqui no nosso blog - Os Donos do Garfo - e introduzo uma novidade, ao avaliar dois restaurantes na mesma crónica (a opção justifica-se pelas intergastronomidades da oferta).

Os Donos do Garfo
Delícias na grelha

- Antepasto
Quando se fala em churrasco, dificilmente no mundo haverá páreo para o que se faz com a carne de gado zebuíno lá para os lados das Pampas. As picanhas brasileiras que já se tornaram populares em Portugal - apesar de muito aquém do nível médio do que se come no Brasil - são apenas a ponta de um espeto afiado, onde se enfileiram meia dúzia de restaurantes argentinos que vão pingando, pelo menos na capital. Mas há outros lugares capazes de oferecer diversos prazeres bovinos (e não só) e acrescentar a variedade proveniente das diferenças das raças e do preparo. Lembro-me do famoso chuletón degustado em terras asturianas e destas recentes surpresas visitadas no Nordeste lusitano, que passo a descrever.

- Primeiro Prato
Nome: O Montanhês
Género: Restaurante de comida regional transmontana
Local: Macedo de Cavaleiros
Preço: 13 euros (por pessoa)



Um espaço enorme, sala alta que combina uma opulência medieval com um brilho mundano, oferece o palco ideal para a estomatização de um suculento sortido regional de carnes grelhadas. O vinho da casa é competente na rega, enquanto uma salada simples e as batatas a murro dão a adubagem necessária ao plantio dos nacos, entrecostos e outras carnes assadas a carvão, no território gástrico. As quantidades exuberantes permitem a três glutões saciarem-se com uma dose alegatamente para dois, ao mesmo tempo que mantêm a conta aquém dos 15 euros, mesmo após o remate com um pujante, mas não enjoativo, pudim de ovos.

- Segundo Prato
Nome: Balbina
Género: Restaurante de comida regional transmontana
Local: Miranda do Douro
Preço: 10 euros



Mais português no dimensionamento do espaço interior e no serviço - uma única empregada serpenteia por entre a dezena e meia de mesas espremidas de forma hermética - o Balbina não se deixa bater pelo anterior na qualidade dos repastos e consegue o que parecia impossível: sai ainda mais em conta. O feijão verde cortado fininho triunfa numa simples sopa de legumes que prepara o estômago para o afago propiciado pela inevitável posta mirandesa, o prato principal. Um sumarento pedaço de carne de gado mirandês, tostado por fora e sangrante por dentro, tenro e de sabor suave, enche duas boas barrigas sem as deixar enfastiadas. Batatas a murro fazem companhia e são, de resto, as únicas espancadas neste restaurante. A carteira sai ilesa.

- Sobremesa
Um abraço a todos os compatriotas, amantes da boa mesa, em especial aos companheiros do Núcleo Duro. Aqui, desde terras castelhanas, a promessa de nacos de prosa inspirados pelas novas e futuras vivências.


quarta-feira, setembro 07, 2005

Bolsa de emprego

Consciente da crise que assola o país, o Núcleo Duro decidiu promover uma nova rubrica, onde serão publicitadas algumas das mais aliciantes ofertas de emprego de que vamos tendo conhecimento. Mais uma vez (tal como na suspensa rubrica "Tachos da Nação", que versava sobre as profundezas do "Diário da República"), o nosso órgão de comunicação assume uma vertente de serviço público. Não aceitamos cunhas nem comissões. Somos sempre núcleo, sempre duros, praticamente sempre tesos.
P'la direcção

Conhecimentos de inglês para traduções de vídeo

A Naturalvídeo, editora de vídeos para adultos, necessita para o seu laboratório de pessoa (M/F) com conhecimentos e à-vontade na língua inglesa para traduções e legendagens de vídeos para adultos.

Requisitos:
Mínimo 12º ano;
Conhecimentos provados na língua inglesa;
Dinâmica, integra e muito responsável;
Disponibilidade imediata;
Idade méxima até 40 anos;
Da linha entre Vila F. de Xira e Lisboa

Oferecemos:
Integração na maior editora portuguesa de filmes para adultos;
Carreira segura e evolutiva;
Ser uma pessoa de sucesso

Contacte os mossos escritórios T.219594198 (Póvoa de Santa Iria) na pessoa da Sr. Fátima Martins (Directora de Laboratório) para marcação de entrevista.

Recomendo este job, anunciado no "Correio da Manhá" de ontem, ao Tiberius, que, além de ser uma pessoa sem complexos, está definitivamente à-vontade com o inglês. Ou então ao próprio Ernesto, que disse recentemente em entrevista que "não acha o porno necessariamente repetitivo e aborrecido". Parece-me que não se importaria de passar os seus dias a visionar e legendar pelíclulas do bom e velho "in and out" (para os eruditos, aqui fica a referência cinéfila no meio desta javardice).


segunda-feira, setembro 05, 2005

Hasta pronto Rodrigo

Apercebi-me já quando estava em Valência, de férias, que o Rodrigo, conhecido aqui por Vostradeis, partira para Madrid, onde irá começar uma nova vida. Fiquei melancólico quando tomei consciência que de repente nos separávamos assim, com um telefonema. Queria ter-lhe dito de viva voz: Dá-lhe brodas!


sexta-feira, setembro 02, 2005



Nesta altura, todos os caminhos da blogosfera vão dar ao Nuno Ferreira.

Um poema e uma canção para Nova Orleães, a cidade onde o Jazz começou:

jazz

Noite após noite, nas caves fumarentas das cidades
o som foi-se aperfeiçoando
Os músicos improvisaram uma nova linguagem
para subverter o fascismo e a eficiência
Chama-se jazz
Jazz como jasmim
o perfume das putas de New Orleans

(5/03)

I Wish I Was In New Orleans(In the Ninth Ward)

Well, I wish I was in New Orleans
I can see it in my dreams
Arm in arm down Burgundy
A bottle and my friends and me

Hoist up a few tall cool ones
Play some pool and listen
To that tenor saxophone
Calling me home

And I can hear the band begin
"When the Saints Go Marching In"
And by the whiskers on my chin
New Orleans, I'll be there

I'll drink you under the table
Be a red nose, go for walks
The old haunts, what I wants
Is red beans and rice

And wear the dress I like so well
Meet me at the old saloon
Make sure that there's a Dixie moon
New Orleans, I'll be there

And deal the cards, roll the dice
If it ain't that old Chuck E. Weiss
And Clayborn Avenue, me and you
Sam Jones and all

And I wish I was in New Orleans
Cause I can see it in my dreams
Arm in arm down Burgundy
A bottle and my friends and me
New Orleans, I'll be there

Written by: Tom Waits
Published by: Fifth Floor Music (ASCAP), © 1976
Official release: Small Change, Elektra/ Asylum Records, 1976


quinta-feira, setembro 01, 2005

Mendonça, Monteiro... tudo a mesma merda!



O ND vem solidarizar-se com o primeiro piloto português a sério na Fórmula 1 - pelo menos o primeiro que não se queixa de dores no pescoço após cada corrida - num momento em que decorrem manobras de deturpação da sua identidade.

Há um site panasca, que pertence a um modelo roto, passe a rabetância, que alterou o nome do nosso novo herói lusitano, sabe-se lá com que intenção. Deve ser namorado do Lamy, esse macho.

É verdade que o máximo que o rapaz conseguiu até agora foi terminar à frente de um indiano com um carro igual ao dele e de uns coitados que correm na Minardi, mas também já foi ao pódio. OK, aquela corrida com seis carros foi estranha, mas vai lá tu fazer melhor.



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM