.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







sexta-feira, abril 07, 2006



Ao contrário dos "colegas" de outras cidades, como Barcelona ou Salamanca, onde os contornos violentos com as forças de segurança tiveram um saldo global de uma centena de feridos e seis dezenas de detenções, os "botelloneros" madrilenos revelaram-se uns verdadeiros anjos. Na noite de sexta-feira da semana passada, se algo correu pelas ruas de Madrid foi só cerveja e outras misturas de bebidas alcoólicas interceptadas pela polícia. Centenas de agentes municipais - a pé, a cavalo, de burro ou de moto, aplicaram assim, por toda a cidade, a ordem municipal que proíbe o consumo de álcool na via pública.
À saída da estação da Moncloa, onde se deveria realizar o "macrobotellon" convocado através da Internet e dos telemóveis, não havia forma de passar a rede policial com qualquer bebida alcoólica. Antes das 21h30, toda a zona estava ocupada pela polícia municipal e o mesmo sucedia no bairro de malasaña, onde surgiram os primeiros "botellon" nos anos 80, época da dourada movida madrilena.
"Isto é uma vergonha", queixava-se Vostradeis, a quem os agentes da polícia municipal tinham acabado de "requisitar" o saco de plástico com cerveja, uísquie barato e vinho tinto Teobar. "Tenho os meus direitos! Não sou delinquente!", gritou Vostradeis, tentando desesperadamente agarrar-se à garrafa do precioso vinho português. "Levem lá o Bushmils, mas o Teobar é que não, gaita", exclamou segundos antes de levar com o cacetete eléctrico dos agentes da justiça.

[O Núcleo Duro viajou a Madrid num avião fretado pelo Espresso]

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM