.
.

NÚCLEO DURO

 

Pub

A política é a arte de fazer alianças. É só derreter os fios de ouro roubados...







Pub







sexta-feira, junho 23, 2006

Amo a Laura III
Já começam a ajavardar

Foi com muito prazer que o Núcleo, a partir da sua filial em Espanha, apresentou para todo o auditório português aquela que será a canção do Verão. Também tivemos a honra de mostrar uma actuação dos excelentes Los Happiness ao vivo no programa Buenafuente.

Mas já ninguém pode mais ter uma ideia saudável para a juventude que aparecem logo uns malcriados a quererem destruir a mensagem. Com "Amo a Laura" não podia ser diferente. Apareceram uns tais de Los Fuckiness, a parodiar o clip original da forma que se segue. Reproduzimos também a letra para verem a pouca vergonha que isto é!



Me Peto a Laura

Hagamos juntos un 69
Yo chupo tu almeja
tu pruebas mi leche
Estoy pinocho
te muerdo los pezones
- sha la la laaaa, sha la la la laaaaa -
En tu culito
chocan mis bolones

Quisiera ensuciarte
en tu espalda firmarte
hospedar en tu culo
sin mancharme lo de alante
Mamar es saber succionar
es saber succionar
es saber succionaaaaaaar...

Me peto a Laura
cabalgándome sus nalgas
me peto a Laura
descargándome en su cara.
Te voy a arrancar esa flor y la del culo
voy a ser yo.

Joven, recuerda que después de un beso
puedes estrujar tu tranca entre sus trufas
si la meneas como si fueras a hacer fuego
a eso se le llama una "paja cubana".

Me peto a Laura
cabalgándome sus nalgas
me peto a Laura
descargándome en su cara.
Nena pónme ya un condón o házmelo a pelo
mucho mejor.


quarta-feira, junho 14, 2006

Crónicas do Mundo Mundial
Brasileirando em Madrid



Brasil - Croácia. Prometia ser o melhor jogo do grupo F. Onde ver a estreia dos campeões em título, estando em Madrid? Algum "canarimarada" solidário avisou na Internet que ia ter festa na Casa do Brasil, que fica em Moncloa, com direito a telão e tudo. Boa oportunidade para sacar da gaveta a amarelinha número 21 (igual à que Viola usou quando jogou uns minutos na final de 1994 contra a Itália). Vou para lá.

Embora algo escondida, a Casa do Brasil foi fácil de achar. Bastou seguir a procissão amarela que nascia da estação de metro de Moncloa. Ambiente de festa, com muita batucada, e gente a mais para um espaço até espaçoso. Um sujeito suado, de óculos, com ar de ser da casa cerrava o caminho com os braços abertos: "Auditório! Auditório!", tentava pastorear a manada. Sigamos o seu apelo. Impossível conseguir uma cerveja com tanta gente na frente do balcão. A 15 minutos do início do jogo, talvez se encontre um lugar sentado no auditório, onde está o ecrã gigante...

Perfeito! Assistir a um episódio da história do futebol, em directo, num cinema! A coisa prometia. Começa o jogo, com uma reacção histérica da plateia. Cedo a gente se apercebe que a Croácia não é o timinho perna-de-pau que muitos esperavam. Rápidos e habilidosos, os jogadores de xadrez vermelho foram muitas vezes parados com recurso à falta. "Caiu sozinho", gritava uma mulher recusando as evidências do replay. Cada vez que o Brasil ameaçava o golo, uma festa danada. Quando eram os adversários que o faziam, um suspiro aterrador atormentava a massa. O relógio foi passando, com cada vez mais suspiros que festejos. Até que chegou o chute redentor de Kaká. Arrancado a ferros. Ninguém economizou foguetes. As oportunidades para queimá-los não iam ser muitas.

A segunda parte, um tormento. A Croácia se agigantava, tomava conta do jogo, jogava melhor... Alguém tentava quebrar o gelo: "Quem trocou os uniforme dos time?". A piada era boa, mas ninguém queria rir. O apito final foi tão comemorado como o milagre de Kaká. O resultado final ajudava todo mundo a acreditar que o Brasil tinha jogado melhor, que ainda era o melhor... Na contra-mão, um caboclo solitário caia na real: "A Croácia tá bem. O Brasil tem que melhorar".

No balcão do bar, já não estava a multidão de antes do jogo. Também, pudera... a cerveja tinha acabado. As pessoas estavam alegres, mas não teve samba. O edifício foi esvaziando aos poucos. O riacho amarelo corria agora em direcção ao metro. Lá embaixo da terra, os brasileiros não passavam despercebidos nem que quisessem. Um, ao entrar no vagão, abriu a janela, dirigindo-se aos amigos que esperavam do outro lado da plataforma: "Esse trem aqui vai pro Brasil. Cês tão errados. O Brasil é pra esse lado aqui".

Cortesia do site associado Grandenorme

QUEM É DE PORTIMÃO, QUEM É?

Portimão: Detido homem com arma ilegal carregada, antes da chegada de ministro
Portimão, 13 Jun (Lusa) - Um homem armado foi detido hoje de manhã na zona ribeirinha de Portimão, minutos antes da chegada do ministro da Administração Interna ao local, disse à Agência Lusa fonte policial.
O homem, com cerca de 30 anos de idade, tinha em seu poder um revólver ilegal de calibre 22, que se encontrava carregado com várias munições, quando foi detectado por um agente da PSP, cerca das 11:00, pouco antes da chegada de António Costa, que ali foi anunciar o reforço das forças de segurança durante o Verão, no Algarve.
Segundo a mesma fonte, a detenção do indivíduo ocorreu na sequência de "movimentos suspeitos" e pela forma como se vestia.
O suspeito está emigrado em Espanha e aparenta sofrer de perturbações mentais.
A mesma fonte disse desconhecer as intenções do homem, que foi interrogado, mas não revelou o que fazia no local com a arma. São conhecidas, no entanto, as simpatias do suspeito por Cavaco Silva e o PSD, pelo que o acto poderá ter tido motivações políticas.
Presente ao final da tarde ao juiz de instrução do tribunal judicial de Portimão, o suspeito saiu em liberdade, com obrigação de apresentação periódica às autoridades.
JPC/JMP.
Lusa/Fim


terça-feira, junho 06, 2006

Teen sex

-Como foi com a chavala?
-Dei-lhe uma de ladex.


segunda-feira, junho 05, 2006

Documento
Por uma democracia pura e dura

O Núcleo Duro vem apresentar uma proposta de revisão da Constituição da República, no sentido de incluir uma nova figura democrática, em substituição das votações parlamentares, e que poderia mesmo vir mais tarde a substituir os referendos e até as eleições - um grande passo em direcção a uma sociedade mais justa.

De acordo com esta proposta, os partidos passariam a decidir as questões da nação com recurso ao "bull poker". A solução já foi testada com êxito no último congresso do ND, como demonstra o documento que se segue - uma disputa pela introdução de pudins de tripas na sobremesa do próximo jantar do Núcleo. Tiberius era o maior defensor do sim e o vídeo capta o momento da sua vitória.


As seen on Break.com


domingo, junho 04, 2006

Secção O Meu Pai Andava em Viagem - Especial Mundial
Irmãos ciganos


Zlatan Ibrahimovic, craque da Suécia


David Gahan, vocalista dos Depeche Mode


Ricardo Quaresma, malabarista do FC Porto

(cortesia do site associado Grandenorme 2006)

Etiquetas:


sábado, junho 03, 2006

Escutas do Núcleo

Cablogue telefona a Tiberius às dez da manhã de um sábado

Cablogue: Estou?

Tiberius (acabrunhado): Hum?

Cablogue: Olá camarada, então como é que isso vai, olha o Grande Enorme não vou poder mandar os exceis e em vez disso bla bla bla parari parara tiriri tiriri...

Tiberius (sonolento): Huh?

Cablogue: ...bla bla bla e depois o grande jantar final, com toda a gente claro, pode ser no dia da final e bla bla yadda yadda yadda...

Tiberius (taciturno): Duuuuh...

Cablogue: ...e bla bla yadda yadda patati patata...

Tiberius (sonâmbulo): Hmmm, eu ainda estava a modos que a dormir?

Cablogue: A dormir? Mas já são...

Tiberius: Dez da manhã!

Cablogue: ...dez da manhã!

Tiberius: Pois, hmmm, eu estive ontem a ver os Pistons-Heat e...

Cablogue: Ah agora quando tiveres o puto é que vai ser, ainda hoje de manhã o Cabloguinho acordou-me às sete a dizer que queria jogar ténis e parari parara bla bla bla

Tiberius (semi-inconsciente): Hmmm, sim, whatever, manda depois um e-mail.

(click)


Cablogue (resmungando para si próprio): Estes caralhos é só boa vida, a dormir às dez da manhã.

Tiberius (resmungando para si próprio): Estes caralhos, foda-se, acordar um homem às dez da madrugada.

Etiquetas:



 

banner for http://www.eurobilltracker.com

Powered By Blogger TM