segunda-feira, março 31, 2003


Portugal deu este fim-de-semana um banho de bola a uma antiga ex-colónia, que tem uma selecção muito acarinhada por todo o mundo (excepto na Argentina), mas que além de costumar ganhar com penaltis roubados (como aquele que deu o 1-1), demonstra um mau perder crónico – estou-me a lembrar da expulsão do Roberto Carlos (bem feita! hehehe...). Mostrámos uma vez mais que somos pequeninos mas rijos (o Fernando Couto é só rijo) e que esta grande nação de irredutíveis lusitanos tem tudo para dar cartas no futebol mundial. Principalmente agora, com o Mágico, que se vingou da sua terra desnaturada marcando um golo que lhe deu definitivamente o estatuto de tuga (se arrependimento matasse, o Parreira tinha saído de campo numa caixa de madeira).
Em homenagem àqueles bravos rapazes que venceram a batalha das Antas, o Núcleo Duro orgulha-se de propor uma renovação do hino nacional, até para facilitar a vida ao Deco e ao Felipão, que não terão de decorar palavras difíceis como “egrégios” e essas merdas. Então aqui fica (vamos todos cantar com a mão no peito):

A Tuga

(intro: tãã-rã-tã-tã-tãrãrã-tã-tãããããã...)

Heróis do bar
Comem polvo
com jecas, valente
Hemorroidal
Flatulai sandes de ovo
No esplendor intestinal

Entre as gretas
Da tripória
Ó papas, lembram-me a vós
Os teus liquefeitos cocós
Que hão-de guiar-te à vitória

Às vacas, às vacas
De Inglaterra e do Ultramar
Às vacas, às vacas
Pela pátria arrotar
Contra os morcões, cagar, cagar

sexta-feira, março 28, 2003

Acabei de vir ali da casa de banho após uma monumental cagada (faço-o todos os dias aqui no trabalho), abri o blogue e dei com a magnífica prosa do Frelbles. "Cagalhão redentor" é fenomenal! Venham mais "Contos do cocó"!!!
Já agora, aproveito para fazer um flashback, com um poema que já vos tinha mandado aqui há tempos... para que conste nos arquivos que deixamos para a posteridade.

Cagada

“Pffft…” é o primeiro som-vento da entranha
O respirar traz um “prrrrec” e algo se movimenta
Aquela sólida presença que tudo ali arreganha
Vai fazendo outros sons e já nada a aguenta

O corpo perde massa, mas a água ganha
Salpicos beatificam a retaguarda sebenta
Cedo se percebe uma odoridade estranha
Não é decerto alecrim, erva-doce ou menta

Deuses da latrina esfumam essa dúvida nossa
É merda, meus amigos, merda grossa
Eu bem ouvi o “ploft” que anunciou a sua queda

O adeus conturbado fez no caminho mossa
Deixando o ar aromado de escatológica fossa
E o algodão confirmou, meus amigos, era merda
Ó sr. doutor, não me elogie assim em público que parece mal. O que vão pensar os colegas de turma? Moderação nos aplausos, pf!
Contos do cocó

Cagalhão redentor

Os passos apressam-se à medida do peso na barriga.Faltam 50 metros e parece que a cada pezada o volume aumenta. Não vai dar, não vai dar, vais-te borrar, vais-te borrar, grita o cabrão, sabendo que o cu tem só um sentido e que a liberdade o espera, inexorável. Na batalha entre a massa mole e o esfincter, já no compartimento da sanita, perde o músculo contraído, vencido pelo dengoso escremento. A puta da serpente já vai a descer, bufando gases maravilhosos que enchem o ambiente e preparam o grande festim.

Sai o cinto, já o pressinto, abro o botão, outro tracão, baixo a cueca, anda boneca, flicto os joelhos, cheira a coelhos. Rebenta o anel, sai o mel, ainda no ar, largo o jantar, faz plof, parece molotof, solta odor, cagalhão redentor.
Menino Ruizinho, não te deixes influenciar por alguns coleguinhas invejosos que nem sequer o trabalho de casa fazem. De facto, foste o único a fazer o exercício 2 até agora e isso será certamente tido em conta na avaliação final. Meninos Ricardinho, Paulinho e Paulinho II, ponham os olhos no vosso colega, em vez de estarem a atrasar o programa. Dado que o menino Rui está pronto, vou avançar para a terceira lição ("Como fazer links para outros sites"). Fiquem atentos aos vossos mails.
Não sou eu o especialista em graxa. Não frequentei essa cadeira em Coimbra. E não digo mais nada...
Caros Agostinho e Barbosa. Tá visto quem é o aluno preferido do Professor, quem se senta na carteira da frente, quem é o cocó da turma. Ficaremos cá atrás a mandar bujardas!
Rodre, lição nº 3, pf: como colocar endereços de sites aos quais se pode aceder directamente a partir do blog (como fizeste com a Guiness ou a Sagres)?
Rui, nada temas. Tomei a liberdade de apagar a mensagem que tinhas posto a dobrar. Para o fazer, basta ir à mensagem e clicar em "Edit", depois aparece um botão que diz "Delete". Adivinha pra que é que ele serve!...
Aproveito a deixa para dar o pontapé de saída na vertente utilitária que todo o blog deve encerrear. Assim, aqui ficam os nomes correctos (Atenção, Flerdes, vamos ter mais atenção ao rigor) das cervejas referidas pelo camarada, com links para os respectivos sites oficiais:
Guinness
Franziskaner
Erdinger
Super Bock
Sagres
Como sou um «absolute begginer», coloquei aquela mensagem duas vezes. Mil perdões.
Por puro acaso, fui parar a um site que faz buscas genealógicas. Por curiosidade, fiz uma busca por Felner (que é de facto um nome muito estranho) e descobri, Richas, que não estás sozinho no mundo. Há (ou houve) imensos felners espalhados pelo globo. O que não te falta são primos e tetra-avôs com nomes como Charles L. Felner, Charlotte Elisabeth Felner ou Amélia Augusta Felner. O endereço, já agora, é http://awt.ancestry.com O site falha numa coisa, ao não trazer associado a cada nome uma espécie de currículo clínico para saber se também eles jorravam sangue pelo cu.

quinta-feira, março 27, 2003

É verdade que a Kilkenny acabou por ser a preferida. Mas digo-vos já, caros donos da Bloga e demais audiência espalhada pelos cinco cantos do mundo, que a Guiness não provoca os estragos da Kilkenny... Por isso amigo bloger, se sofres de hemorroidal não bebas Kilkenny e muito menos Superbock ou Sagres (parecem que têm ácido, oh caralho, fodasse!). Para além da Guiness escolhe as alemãs tipo weiss, Franciskaner ou Erdinger, disponíveis em quase todos os bons supermercados e cervejarias, nomeadamente, com particular diversidade, no El Corte Ingles.
Deixa-te de dramas, ó rabinho de seda.
Assinalar que na noite de ontem optámos pelo “Galloping Hogan”, o irlandês ao lado da Casa dos Bicos, em vez do “O’Gillins”, do Cais do Sodré. Os fãs que se tenham dirigido a este último em busca de um autógrafo, ou um fugaz momento de glória ao lado dos seus ídolos, aprenderam uma lição: o Núcleo Duro e os Pão & Circo são os expoentes máximos do improviso e do imprevisível. Ah, e enquanto a consagrada Guinness prometia reinar na nossa mesa, acabou por ser a não menos saborosa Kilkenny a dar cartas.

Vocês repugnam-me! Riam-se seus cabrões! Hão-de andar a jorrar sangue dessas anilhas lassas e depois peçam-me conselhos! As fotografias são impressionantes. Vejam o sofrimento por que eu passo, e chorem meus cabrões...
Esse gajo fica sempre de má cara nas fotografias. Um sorriso custava muito?
Fotos do cu do Feldres tiradas em Coimbra por uma pessoa cujo nome será omitido:

Eu acrescento um pequeno manual sobre aquela que é uma das doenças mais nojentas que pode afectar a espécie humana. Aí vai:

O que são Hemorróidas ?

Hemorróidas são dilatações de vasos que se situam na porção mais inferior do reto e no canal anal, chamadas de veias hemorroidárias.Dependendo de sua localização, elas podem causar diversos sintomas com intensidade variáveis.

Quais os sintomas das hemorróidas ?

Os sintomas das hemorróidas irão depender de sua localização.Se forem externas ocasionarão sintomas como dor, ardor, prurido e "caroços" no ânus.As internas causam sintomas de sangramento e prolapso das hemorróidas às evacuações que, por vezes,poderão necessitar de redução digital para o seu retorno de volta ao canal anal.

Quais são as causas das hemorróidas ?

As causas da doença hemorroidária são várias.Fatores alimentares, hereditários, higiênicos e principalmente o tipo de hábito intestinal do indivíduo , Principalmente desvios para o lado da constipação intestinal.

Todas as Hemorróidas necessitam de cirurgia ?

Não.Apenas as hemorróidas em grau avançado e com sintomas severos e frequentes necessitarão de cirurgia. Se tratadas logo no início dos sintomas, a maioria não necessitará de cirurgia.Nestes casos tratamentos ambulatoriais como esclerose, ligadura elástica ou infravermelho ou a simles regularização do hábito intestinal poderá ser suficiente para controlar a doença.
A cirurgia, em geral, só será necessária à apenas 10 à 20% dos casos.

Todo sangramento pelo ânus é devido à hemorróidas ?

Não.Praticamente todas as doenças do reto e ânus podem sangrar em algum momento.Fissuras anais, fístulas, pólipos retais, proctites e , principalmente, o câncer do reto, sangram da mesma maneira que as hemorróidas e, o diagnóstico diferencial, sópoderá ser feito após um exame proctológico completo.

As Hemorróidas podem se transformar em câncer ?

Não.Mas os sintomas das hemorróidas,principalmente a presença de sangramento, podem ser muito similares aos apresentados em portadores de câncer do ânus ou do reto.

Como é a cirurgia para hemorróidas ?

A cirurgia para hemorróidas, como já dito anteriormente, só está reservada para os casos mais avançados e consiste na resecção dos vasos hemorroidários doentes.Geralmente é realizado sob raqui-anestesia e com internação hospitalar não superior à 24 horas.
A dor pós operatória é bem controlada com analgésicos potentes.O repouso nos primeiros dias é importante e a alimentação normal é iniciada cerca de 6 horas após a cirurgia.O tempo de cicatrização e de volta às atividades usuais é obtido após 2 à 3 semanas de pós-operatório.

As hemorróidas podem voltar após uma cirurgia ?

O retorno de sintomas devidos à hemorróidas após a sua remoção não é comum.Algumas vezes o doente apresenta outras patologias ano-retais com sintomas semelhantes à hemorróidas e acredita que sua doença retornou.
Nestes casos, só um especialista poderá esclarecer ao doente, após um exame apropriado.

Como saber se tenho hemorróidas ?

Se você apresentar quaisquer destes ou outros sintomas já mencionados, o único modo de saber com certeza será consultando um especialista e fazendo um exame proctológico completo. Jamais procure opniões de pessoas não habilitadas como farmacêuticos, vizinhos ou parentes.A protelação em procurar um médico poderá retardar o seu tratamento ou mesmo a realização de uma outra doença mais grave.

O que é um proctologista ?

É um cirurgião que, além de uma formação completa em cirurgia geral e do aparelho digestivo, realizou ainda treinamento específico para realizar diagnóstico e tratamento de patologias do cólon, reto e ânus.
Eu consegui...


Começo já com a cena do cocó e assuntos similares. Primeiro resultado das Guinesses de ontem: estou outra vez com o olho do cu destroçado! Desculpem lá mas não consegui arranjar no Google ilustrações de hemorroidal...
Pois bem, querem um nível rastejante, seja! E eu não faço questão de falar sobre geopolítica ou o Iraque.
Oh Cunha, não nos reprimas. Podes continuar a dissertar sobre geopolítica, eu por mim estou mais interessado em explorar a coprofilia e outras escatologias. Aliás proponho ao professor que crie imediatamente a secção Contos da Merda ou a Beleza do Cocó que eu já tenho material.
Visto que já estamos cá todos (bem vindo Agostão), em breve ser-vos-á enviada a segunda lição do Manual “Vamos Blogar”, pelo Professor Rodre: Como inserir fotos no blogue.
A dúvida levantada pelo camarada Fredles é um saudável indício de que a constante interrogação deverá nortear a nossa linha de acção nos meios internéticos. Só assim poderemos corresponder às expectativas que os milhões, e quem sabe até centenas, de cibernautas que nos vão visitar depositam neste projecto. Salve!
Feldres colocou questão pertinente: como vamos utilizar o blog? Para que tipo de mensagens? Será que para ajavardar não temos já os mails? Não devíamos conferir alguma dignidade a isto? Afinal, vamos ser lidos por milhões, quiçá até por mais! Por mim, acho que gajas, copos e coisas degradantes do género devem ser tratados noutro sítio (mail). Rui.

quarta-feira, março 26, 2003

Ó grande professor Rodre,
Como é que se colocam imagens (artísticas, claro está!)?
Já estou blogando. Custou mas entrou.
Obrigado caro de Barbas pelas homenagens aos meus escritos. Espero que este nosso local de encontro seja um bacanal de ideias que se interpenetram numa agradável orgia de posições cada uma mais arrojada que a outra.
Só não concordo com essa merda de combinanços para uns copos quando o parte da canalha está longe.

PS: Tomem lá um post de início de conversa



Tem razão, caro Fresdles. Agora, para se fazer combinanços é preciso também deixar aqui um contributo cultural. Assim fondo, encontramo-nos depois do trabalho, e aqui fica um poema ocasional, pero a propósito:

NO IRLANDÊS

Despeja pela goela uma Guines
Bebe um pint sem pausa ou prosa
Chama a neguinha gostosa
Pede pra trazer amendoínes

Se tiverem numa de irem lá ao Irlandes no fim do trabalho, digam, senão, digam à mesma. Mas esta merda do Blog não devia ser usada para isto pois não? Não era suposto só escrevermos coisas criativas e com piada e o caralho. Isto não devia ser um produto artístico!!!
Tamos lá no irlandocas!!! Venham de lá essas Guinnesses... tão pretas como a bunda bamboleante da bela paulista Mariana!
Apanhem na peida. Eu é que sou o dono da Bloga.
«Vocês nem a revolucionários chegam, não passam antes de evolucionários. vão tentando equilibrar-se como se a vida fosse uma prancha de surf ou de um cadafalso, tentando permanecer com tempo para as esplanadas e bater umas punhetas a ver as gajas. Porque até aí, quase todos (com a excepção do bravo Rodrigo, o garanhão das eslavas e o picapau da amazónia) estão acomodados. Cada yn com o jantarinho feito e a cama aquecida.Nem chegam a ter uma vida, contentam-se com uma vidinha. Temperada com umas jantaradas e umas bocas sobre política internacional. Como se uma manifestação de rua em protesto ou uma carta de apoio à intervenção no Iraque fizesse alguma diferença para além de vos masturbar as consciências. Acho piada às posições que asusmem como se estivessem plenamente convencidos disso. No fundo não passamos de uns burgueses acomodados e filhos desiludidos de uma revolução industrial. Salvé! Great August»

Vamos mamar umas bujas hoje ao Irlandês do C.Sodré? Os amigos da Bloga estão convidados.



Barbas e Cunha já estão a blogar. Parabéns!!! Felgas e Agostão, como é?...
FRASES DA SEMANA:

«Tu não passas de um punheteiro desabrido.Julgas o mundo, o Saddam e o Bush à luz do teu umbigo - que está cada vez maior, sinal da velhice e do arredondamento da barriga.»

«Vocês nem a esquerda light chegam, não passam de cigarrinhos de chocolate para crianças. lambuzam-se todos com teorias da treta mas, no final, todos compram o seu carrinho e querem ver espactaculiznhos de jazz e comer marisquinho em piresinhos acompanhados por imperiais. Mas sempre tudo às escondidas porque, no fundo, somos todos de esquerda. Avante Camaradas avante. Se vocês ganhassem as eleições tava tudo fodido. preferia emigrar para Marrocos: lá pelo menos tinha mais liberdade. Qualquer gajo que pense nas virtudes de trabalhar ou de ter uma conta no banco está votado ao ostracismo e ao fascismo. todo o gajo que não pense como a Ana Drago (boas mamas, aliás) não conta».
Faço mesmo parte de um blog? Da-se!
Aí vai a primeira imagem, pra abrir em beleza.
Então? Ninguém? ó caralho, ó caralho!...

terça-feira, março 25, 2003