sábado, setembro 16, 2006

Multirrubricas
DJ Carcaça e Vostradeis à solta em Madrid

Para assinalar um feito de grande simbolismo no Núcleo Duro - o reencontro de DJ Carcaça e Vostradeis em Madrid, quase uma década após o célebre tour dos dois show-men à capital espanhola - lançamos aqui uma nova rubrica, que consiste em misturar duas ou mais rubricas que são ou já foram habituais por aqui. Neste caso, recuperamos a saudosa "Os Donos do Garfo" (a nossa secção de crítica gastronómica) e "As Paredes têm Bocas" (as verdades que encontramos escritas nas paredes de todo o mundo)... e criámos assim:

As Paredes têm Garfos
Fomos bater umas Punyetes



Nome: Can Punyetes
Localização: Calle Señores de Luzón 5 (Metro: Opera ou Sol), Madrid
Preço: À volta de 10 euros (barato!)

Taberna ao bom estilo catalão bem no centro da Madrid dos Astúrias. As especialidades são as tostadas ou torrades, que vão bem como entrada, mas também como acompanhamento. Consistem numa bela fatia de pão torrado bem adubada com presunto serrano, queijos, pisto con ventresca, anchovas, enchidos, patês... um vasto leque de iguarias à escolha.

Como prato principal, a casa construiu a sua fama à base de grelhados, com destaque para os enchidos catalães. Os nossos durões apostaram com êxito na famosa butifarra (salsicha especial catalã) - Vostra escolheu a butifarra catalana e Carcaça optou pela negra - enquanto a Senhora Carcaça, nossa ilustre comensal nessa noite, elegeu uma competente dose de chuletillas (costeletinhas) de borrego na brasa.

O ambiente é rústico e acolhedor, com a cozinha e o seu assador à vista do público, e um balcão onde se pode simplesmente tomar uma cerveja (de garrafa, já que não têm à pressão) ou um bom vinho catalão.

Nas paredes do Can Punyetes (atenção à rima finíssima):

SON BUENAS ESTAS PUÑETAS
QUE SE MANDUCAN AQUI
Y LOS VINOS QUE SE BEBEN
SON DE LOS QUE HACEN TILÍN


CAN PUNYETES TE DARÁ
DE COMER Y DE BEBER
Y SI TIENES QUE ESPERAR
VALE LA PENA CHAVAL

1 comentário:

DJ Carcaça disse...

Que grande Punyetes que foi!
Recomendo a antológica Butifarra, regada com uma competente sangria.