terça-feira, abril 25, 2006

Documento
A Magia dos matrecos



Continuando a revelar os méritos do Núcleo na sua protogénese, fazemos hoje uma viagem à cidade do Porto, no ano 1984, (local e data alterados para iludir a PJ), altura em que a dupla Vostradeis-Tiberius passeou a sua classe pelos campos de matraquilhos.

O seu entendimento era comparável ao de Domingos e Kostadinov, dupla de avançados consensualmente considerada a melhor de sempre do futebol português. Os felinos reflexos defensivos e a potência no remate a longa distância de Vostradeis encontravam o melhor seguimento no oportunismo e técnica apurada com que Tiberius comandava os bonecos do meio-campo e ataque.

Durante um longo período, o duo foi imbatível em várias competições em sistema de bota-fora, que tinham lugar no salão de jogos Guiné-Bissau, a Meca dos matrecos portuenses (referências geográficas mais uma vez alteradas... se calhar era melhor dizer também que eram damas em vez de matrecos...). Enfim, aqui fica um documento que demonstra a habilidade de Vostradeis e a facilidade com que marcava golos com os bonecos de trás.

1 comentário:

Zézé Camarinha disse...

Quando não conseguir levantar o pessegueiro?? Recorro ao Viagra!! Vergonha? Vergonha é roubar e não conseguir fugir!